DA INSUFICIÊNCIA DOS LIVROS - Lucas Maia

10/10/2012 12:00

 

 

Já procurei em tudo quanto é lugar

Algo que talvez me aliviasse.

 

Busca vã. Resultou infrutífera.

Mudei de emprego, de cidade, de país...

 

Não pude, contudo, mudar de universo,

Nem muito menos, mudar o cotidiano da vida.

 

Tentei refúgio nos livros:

Li poesia, ficção, economia, história...

 

A resposta também não estava ali.

Conhecer o mundo não é mudar o mundo!!!

 

Elaborei toda uma interpretação

Da vida, do indivíduo, da sociedade...

 

Conheci Marx e Freud, Bakunin e Brecht,

Simone de Beauvoir e Sartre, Lima Barreto e Mayakovsk.

 

Ao lê-los, senti-me cada vez mais deslocado.

Percebi que há algo errado, vi os anelos da mudança.

 

A verdadeira felicidade, a verdadeira vida

Não se encontra nos textos, nos livros, nos autores.

 

Eles são somente a lâmpada que iluminam o pensar,

Que clarificam o caminho para luta derradeira.

 

O fim da minha angústia, da minha incompletude

Encontra-se única e exclusivamente em minha luta.

 

Luta que é minha, luta que é sua, luta que é nossa.

Mudar de universo é muito pouco. Temos mesmo é que mudar o conjunto da vida.

 

Lucas Maia

maiaslucas@yahoo.com.br