ANTIPECADOS - José Carlos Mendonça

20/09/2012 12:00

 

Sete pecados são imperdoáveis ensina o catolicismo

Gula, Avareza, Luxúria, Ira, Inveja, Preguiça e Vaidade

E como seria o mundo com tal obscurantismo?

Fome, Pobreza, Castidade, Conciliação, Renúncia, Escravidão e Conformidade

 

Gulosos memoráveis serão tornados insípidos comedores

O prazer da gastronomia será coisa do passado

De agora em diante senhoras e senhores

Vegetal ou animal tudo fica igual e empastelado

 

Avarentos condestáveis serão tornados perdulários gastadores

Guardar para os tempos difíceis virou coisa de naftalina

De agora em diante senhoras e senhores

Poupar ou torrar será discussão pra lá de bizantina

 

Luxuriantes admiráveis serão tornados castos reprodutores

Sexo sem reprodução vai dar inquisição

De agora em diante senhoras e senhores

Transar pra procriar será a chance do tesão

 

Irascíveis incontroláveis serão tornados mansos conciliadores

Revoltar-se contra as injustiças só nos livros de história

De agora em diante senhoras e senhores

Rebeldia e revolução vai ficar só na memória

 

Invejosos incuráveis serão tornados simplórios imitadores

Felicidade alheia não pode servir de inspiração

De agora em diante senhoras e senhores

Desejar gozar em igualdade será mais uma proibição

 

Preguiçosos inigualáveis serão tornados virtuosos trabalhadores

Deleitar-se com o não fazer nem em puro pensamento

De agora em diante senhoras e senhores

Aversão ao trabalho alienado será heresia e tormento

 

Vaidosos incalculáveis serão tornados modestos despojadores

Valorização e reconhecimento sugerem desrespeito

De agora em diante senhoras e senhores

Anulação e baixa estima é que vai ser aceito

 

Sete pecados são imperdoáveis ensina o catolicismo

Gula, Avareza, Luxúria, Ira, Inveja, Preguiça e Vaidade

E como seria o mundo sem tal obscurantismo?

Prazer, Abundância, Tesão, Dignidade, Alegria, Ócio e Solidariedade

 

José Carlos Mendonça

panekorsch@gmail.com